"Era uma exposição desnecessária", diz Diego sobre sexo no "BBB14"

Ana Cora Lima

Do UOL, no Rio

Eliminado do "BBB14" com 61% dos votos na noite desta terça-feira (19), o publicitário Diego Grossi falou sobre suas rapidinhas com Franciele sob o edredom, lembrou seu passado com as drogas, mirou em Angela e declarou torcida a Valter e Cássio a partir de agora.

 

"Teve algumas vezes que a gente tava ali, transando, e aí tinham as câmeras. Pô, a camera em cima e tu vai, não vai. Eu falava para a Fran sair. Por ela, era todo dia. Não tinha necessidade ali. Eu também vou todos os dias, quero todos os dias, mas ali não dava. Era uma exposição desnecessária. Nós não estávamos ali em uma casa sozinha. Teve um dia que a gente começou, mas eu gritei 'Sai, sai', porque não tinha camisinha na hora", lembrou Diego em entrevista a jornalistas assim que deixou a casa.
 
O carioca disse ainda que Franciele "foi uma companheiraça" e que quer conversar com ela fora do confinamento. "Vamos conversar, ela é uma pessoa maravilhosa. Não vou dizer que vamos namorar de imediato. Vamos sair, vamos ver qual é aqui fora. Lá dentro a gente se deu bem, tivemos alguns atritos. Eu gostei dela. Não tenho histórico de namorador, mas vamos ver. Estou aberto".
 
Ao lembrar a briga de Cássio e Marcelo na Festa Indiana, Diego voltou a criticar Angela – o que já tinha feito dentro da casa diversas vezes. "Angela é a a mais sonsa de todas. A briga não foi nem culpa do Cássio nem do Marcelo. A culpa pela confusão foi da Angela. Vocês veem o programa e sabem tudo que acontece. Não sei se realmente ela não lembra de nada, mas quando a gente foi levantar ela, ela estava atordoada. Eu consigo pegar tudo que o Bial fala e ele fala tudo que está ali no jogo. E aí ele perguntou um negócio para ela, se ela lembrava que tinha caído. As pessoas percebem", analisou. 
 
Em seguida, declarou sua torcida para Valter e Cássio: "Todos são merecedores, mas se eu tiver que torcer para alguém agora seria para o Cássio e o Slim, mais até para o Slim. Tem uma história de vida boa". 
 
Sobre o futuro depois do "BBB", disse que "não tem paciência" para carreira de ator ou modelo. "Não tenho paciência nenhuma. Quero só seguir a minha vida, o que tiver eu vou abraçar. Quero ganhar dinheiro e trabalhar pouco", afirmou. "Primeira coisa? Fumar um cigarro", brincou o brother.
 
Diego disse ainda que acabou contando sobre seu passado com drogas no jogo porque o assunto surgiu em uma conversa com Roni, mas que não tinha a intenção de "contar historinhas tristes" no programa. "Eu não queria fixar nesse mimimi. Acho que entrar no jogo e ficar contando historinhas tristes não é legal, não vale a pena. Você tem que estar ali por merecimento, por estar dentro do jogo. E ser julgado pelo meu jogo e não pelo passado", afirmou. Ele contou ainda que foi internado algumas vezes em clínicas e que recebe críticas por continuar bebendo. 
 
O brother também falou sobre a participação da mãe, Márcia, no programa. "A sensação maior ali foi ver a minha mãe participar do programa. A pessoa que nunca me abandonou", disse. "Essas coisas todas que eu tive com drogas e o caramba, eu não quis expor um pouco por vergonha e também por entrar no jogo. Eu sempre soube que eu ia entrar no 'BBB'. Meus amigos me deram muito força, acreditavam e eu com aquela autoestima baixa. Muitas vezes duvidava, mas algo me dizia que eu ia entrar um dia", lembrou.
 
Eliminação

O carioca Diego foi o 13º eliminado do "BBB14", na noite dessa terça-feira com 61% dos votos do público. Ele disputou a preferência do público em um paredão triplo contra o paranaense Marcelo e a paulista Vanessa.

"Não procurem justiça nesse paredão, porque não há. Isso é paredão, eliminação, isso não é um julgamento", disse Pedro Bial no começo do discurso. "Não tem julgamento ou justiça.
 Nem consenso. Alguns aí afirmam que você é homofóbico: Só que isso está longe de ser consenso", continuou o apresentador, antes de anunciar o nome de Diego.

Fora da casa, o carioca foi recebido por Bial. "Sua mãe acabou de dizer que, para ela e para sua família, você é o campeão", disse o apresentador. "É o que eu disse aquele dia, que o sonho não termina, ele foi concluído, foi realizado. Proporcionar minha mãe ter vindo aqui. Perfeito para mim", respondeu o publicitário.

 
Diego
Diego

UOL Cursos Online

Todos os cursos