! Tsunami no Japão sacode o BBB e deixa o programa ainda mais sem graça - Crítica do BBB, por Mauricio Stycer - UOL BBB11
  • http://televisao.uol.com.br/bbb/bbb11/critica/mauricio-stycer/2011/03/14/tsunami-no-japao-sacode-o-bbb-e-deixa-o-programa-ainda-mais-sem-graca.htm
  • Tsunami no Japão sacode o BBB e deixa o programa ainda mais sem graça
  • 23/01/2022
  • UOL Televisão - Reality
  • UOL BBB11
  • @UOLTelevisao #UOL #BBB11
  • 123
Tamanho da letra
14/03/2011 - 06h38

Tsunami no Japão sacode o BBB e deixa o programa ainda mais sem graça

MAURICIO STYCER
Crítico do UOL

Por volta das 23h07 de domingo, no final do “Fantástico”, o correspondente Roberto Kovalick informou que acabara de ouvir um alerta de que, em dez minutos, parte do Japão seria varrida por um novo tsunami. Também disse que chegavam notícias de uma explosão numa usina nuclear.

Não me lembro de um momento tão dramático na televisão ao vivo. Com cara de espanto, como todos os que assistiam a cena, Patrícia Poeta e Zeca Camargo encerraram o programa em seguida, prometendo voltar com mais notícias assim que tivessem.

Na sequência, começou o BBB11. A vinheta utilizada em dias de eliminação foi esquecida ou deixada de lado. Pedro Bial rapidamente falou das torcidas dos três indicados ao paredão e chamou um VT sobre a festa ocorrida na véspera. “Uma noite memorável”, disse.

A tal noite resumiu-se a três acontecimentos. Primeiro, Diana disse para Wesley, na frente de Maria, que ele tinha que beijar a moça. Depois, Wesley beijou Maria. E, por fim, Mauricio expôs, mais uma vez seu machismo, ao criticar os dois pela cena.

“Como é que pode um simples programa de TV despertar tanta emoção?”, perguntou Bial, no seu último esforço para animar um programa que começou perdido, sem chances de alçar vôo.

Depois de convocar Kovalick para contar as novidades do Japão no meio do BBB, fato inédito, o apresentador se conformou: “Assim é o mundo: tem a realidade da vida e o reality show”, disse.

Ao longo do programa, foram três as intervenções do correspondente em Tóquio. Ao final de uma delas, Bial disse, sem graça: “Voltamos ao terreno da diversão”. Que diversão?

Às pressas, houve eliminação de Mauricio no primeiro bloco, prova do líder, vencida por Daniel, no segundo, e formação do paredão (com Jaqueline, Rodrigão e Wesley) no terceiro. Diversão zero. Não fosse Kovalick e o tsunami no Japão, ninguém se lembraria deste domingo no BBB11.

$import.read("http://tcinclude.sys.intranet/_template/web/barra-uol/barra-uol.htm")