No último capítulo de "Avenida Brasil", Carminha é presa após assumir assassinato de Max

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/TV Globo

    Carminha é presa depois de assumir que matou Max no último capítulo de "Avenida Brasil" (19/10/12)

    Carminha é presa depois de assumir que matou Max no último capítulo de "Avenida Brasil" (19/10/12)

Carminha (Adriana Esteves), a principal vilã de "Avenida Brasil", finalmente foi presa no último capítulo da novela das nove durante o sequestro frustrado de Tufão (Murilo Benício) e Nina (Débora Falabella). Após se entregar, já na delegacia, a personagem disse ainda que foi ela quem matou Max (Marcello Novaes).

No primeiro bloco, Carminha surpreende ao se lançar sobre Santiago (Juca de Oliveira) e impedir que o pai atire contra Nina e Tufão. Na cena, a vilã ainda toma a arma do velho e atira contra ele.

Em seguida, ela desamarra o marido e lhe pede perdão. "Eu gostava de ser a esposa perfeita. Gostava de te fazer feliz. Você me fazia feliz como eu nunca tinha sido antes e como nunca vou ser nessa vida. Obrigada. Cuida da Ágata pra mim?”, pede, antes de ser levada à delegacia. 

Acareação
Apesar da confissão de Carminha sobre a morte de Max, todos os outros suspeitos que estavam na cena do crime, quando o personagem morreu no lixão, são chamados para uma acareação na delegacia: Janaína, Lúcio, Nina, Jorginho, Muricy, Leleco, Ivana e Tufão.

Com cenas de flashback, é revelado onde estava cada um deles instantes antes da morte do vilão. Ivana deu uma coronhada na cabeça do ex-marido. Janaína chegou a ameaçá-lo com uma faca, brigou com ele, que conseguiu tomar a faca e se feriu.

Em seu depoimento, Carminha descreve detalhes do momento em que teria matado o amante com um golpe de enxada na cabeça, depois de ele ter ameaçado matar Nina. "Ele ia matar a Nina ou qualquer um que aparecesse na frente", disse Carminha ao confessar o crime.

Até a confissão de Carminha, a principal suspeita pela morte de Max era Lucinda (Vera Holtz), que capítulos atrás havia se autodeclarado culpada para livrar a pele de Nina. Com a revelação de Carminha, a vilã da trama é levada para a mesma cela de Lucinda e tem uma conversa emocionada com a "mãe do lixão".  

Saiba como foi o último capítulo de "Avenida Brasil"
Saiba como foi o último capítulo de "Avenida Brasil"

"Eu sempre soube que, no fundo, você tinha um coração bom", diz Lucinda. "Coração bom é ficar se sentindo culpada a vida inteira por um crime que não cometeu", rebate Carminha, referindo-se ao fato de Lucinda ter ficado presa injustamente, no passado, pelo assassinato de sua mãe. "Nós duas somos vítimas do Santiago", conclui Lucinda.

A cena termina com Lucinda deixando a cela e sugerindo à vilã que o tempo de clausura pode, afinal, lhe fazer bem. "Você vai ter muito tempo para repensar e reconstruir a vida, minha filha."
 
Três anos se passam e Carminha é colocada em liberdade. Lucinda vai buscá-la no Centro de Detenção e a leva ao lixão. "Eu jurei que nunca ia voltar a botar meus pés aqui", diz uma Adriana Esteves agora com os cabelos mal-cuidados, vestindo camiseta e saia jeans surradas. "Se você deixar, eu vou ficar aqui", completa a ex-senhora Tufão. "Meu lugar é aqui."

Por fim, a saga da maior vilã da televisão brasileira termina em conversão. Em sua última aparição em cena, Carminha recebe Nina e Jorginho - agora com um filho pequeno - para jantar em sua casa no lixão. Agora, os papeis se invertem e é a ex-patroa quem prepara a refeição. A nora e antiga cozinheira aprova a refeição, perdoa Carminha com um abraço e as duas terminam lavando pratos felizes para sempre.
 
O último capítulo de "Avenida Brasil" terá reprise neste sábado (20).

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos