UOL Entretenimento Televisão

16/08/2007 - 21h30

Três assassinatos marcam início da nova novela da Record; veja fotos

Da Redação
Mais
Equipe da Record viaja para os EUA para gravar "Caminhos do Coração"
Record testa aceitação de "mutantes"
Operação da Polícia Federal chega a novela
Após violência, Record aposta em ator de "Alien" para novela
Felipe Folgosi está confirmado na próxima novela da Record
André Segatti interpreta policial com deficiência física em Caminhos do Coração
Caminhos do Coração terá 12 capítulos gravados em Miami
Além de mutação, autor usa filosofia na nova trama da Record
MORTE EM "CAMINHOS DO CORAÇÃO"
Crédito
Ramon, um dos vilões da novela, oferece bombom envenenado a Mabel e Letícia
Crédito
Letícia se assusta com a morte da mãe
Crédito
Ramon mata Dr. Walker em Miami
GRAVAÇÕES EM MIAMI
A novela "Caminhos do Coração", que estréia na Record no próximo dia 28, terá pelo menos três assassinatos em seus capítulos iniciais. Logo no início da trama, Mabel (Sabrina Greve), a mulher do protagonista Marcelo (Leonardo Vieira), morre em um restaurante nos braços do marido e na frente da filha, a garota Tatiana (Letícia Medina).

A morte de Mabel é causada por bombons envenenados oferecidos por Ramon (Alexandre Barilari), um dos vilões da história. O vilão pretendia, a mando de Erick (Tuca Andrada), matar Letícia, mas é a mãe da garota que acaba comendo o chocolate.

Ramon, no entanto, não desistirá de matar a menina. Ele a seguirá até Miami, onde Marcelo pretende conversar com o Dr. Walker (Lance Henriksen), um médico com conhecimentos de engenharia genética, que sabe das experiências realizadas em uma clínica do Guarujá, que deram origem a seres mutantes.

Uma equipe da Record de 25 pessoas gravou 23 cenas de 12 capítulos em Miami, onde ocorrerá, no 12º capítulo, a morte do Dr. Walker, também por obra do vilão Ramon.

Quem também morre, no quarto capítulo da história, é o Dr. Sócrates, interpretado por Walmor Chagas. Ele é dono da clínica onde são realizadas as experiências. Dr. Sócrates é assassinado por Erick, a mando de um chefe misterioso. A morte gera uma grande briga pela sua herança, que será um dos fios condutores da novela. Maria (Bianca Rinaldi), sua filha biológica que vive em um circo com pais adotivos, é acusada de matar o pai e será perseguida pela polícia.

Comente essa e outras notícias no Fórum UOL Televisão

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host