"Essa nova novela está muito melhor escrita", diz Silvio de Abreu sobre "Guerra dos Sexos"

Renato Damião
Do UOL, no Rio

  • AgNews

    O autor Silvio de Abreu apresentou a trama de "Guerra dos Sexos"

    O autor Silvio de Abreu apresentou a trama de "Guerra dos Sexos"

Parte do elenco e equipe da novela "Guerra dos Sexos" se reuniu no Projac, zona oeste do Rio, para apresentar a nova trama das sete da Globo nesta quarta-feira (19). A versão atualizada da novela de 1983, novamente escrita por Silvio de Abreu e dirigida por Jorge Fernando, estreia em outubro na Rede Globo.

Segundo o diretor Jorge Fernando, a novela não é um remake. "É uma nova novela, estamos apenas recobrando a mesma história", frisou ele que estava há dez anos sem trabalhar com o autor Silvio de Abreu.

"Guerra dos Sexos" vai estrear com 24 capítulos já gravados e 80 escritos. "Estou reescrevendo a novela a partir dos textos originais, mas é uma nova novela, são novos personagens, mesmo que eles tenham os mesmos nomes", ressaltou Silvio que ao reler o texto original tem encontrado alguns "erros".

"Essa nova novela está muito melhor escrita. Às vezes, leio os capítulos originais e vejo que não eram tão bons, a Fernanda Montenegro e o Paulo Autran que tornavam a cena boa", brincou o dramaturgo, referindo-se aos atores da primeira versão, responsáveis por eternizarem os primos Charlô e Bimbo, respectivamente.

Guerra de comida
Irene Ravache contou que já gravou a emblemática cena da guerra de comida – cuja original, protagonizada por Fernanda Montenegro e Paulo Austran, é uma das mais reproduzidas da teledramaturgia brasileira. Durante uma briga no café da manhã, os primos Cumbuqueta (Irene Ravache) e Bimbinho (Tony Ramos) jogam tortas, bolos, café, frutas e outras comidas um no outro. Segundo a atriz, enquanto gravavam, houve um momento em que ela não enxergava mais o ator Tony Ramos e se guiava pela voz dele para jogar as coisas.

"Mesmo depois de tomar banho ainda fiquei com o cheiro daquilo tudo no corpo. O Tony me disse que quando ele foi tomar banho ainda tinha umas cerejinhas que ficaram presas nos pelos dele", contou Irene aos risos.

A cena, segundo Tony, foi gravada em uma só tomada e sem paralizações. "A minha amizade com a Irene facilita muito na hora de dizer e fazer todos os absurdos que a cena exige", disse.


A trama
Exibida em 1983, "Guerra dos Sexos" apresentou a disputa entre Charlô (Fernanda Montenegro) e Otávio (Paulo Autran), primos que se odiavam e foram obrigados a conviver após receber uma herança. Na nova trama, que se passa nos dias atuais, os dois acabaram de morrer, deixando a herança para dois sobrinhos que também se odeiam, vividos por Tony Ramos e Irene Ravache. Como seus tios, os personagens serão obrigados a dividir a mesma casa e viverão em pé de guerra.

Silvio de Abreu imaginou fazer um remake da própria novela, mas, ao repensar a história, percebeu que o mundo, o país, homens e mulheres mudaram muito em 30 anos. A partir disso, decidiu escrever uma espécie de continuação da trama.

Sobre as novidades da versão, os novos Charlô e Otávio se chamarão de Cumbuqueta e Bimbinho. Antes, os tios dos personagens atuais se tratavam por Cumbuca e Bimbo. Haverá também referências à novela original: sobre a lareira da mansão, estarão as fotos de Fernanda Montenegro e Paulo Autran. A emprega da casa é a mesma, Olívia, vivida novamente pela atriz Marilu Bueno.

Outros personagens

Manuela Scarpa/ Foto Rio News
Afastado das novelas desde "Passione" (2010/2011), Reynaldo Gianecchini volta à televisão como o motorista Nando de "Guerra dos Sexos", que estreia na Rede Globo em outubro no horário das 19h. É o primeiro trabalho do ator na TV depois de uma série de tratamentos contra um linfoma não-Hodgkin, diagnosticado no ano passado.

Os personagens se repetem, mas ganham versões atuais. O lutador Ulisses, interpretado por José Mayer em 1983, praticava boxe. Em 2012, Eriberto Leão dará vida a um lutador de MMA.

Reynaldo Gianecchini interpretará Nando, motorista da família Alcântara Pereira Barreto. Na trama, ele se apaixonará por Juliana, personagem de Mariana Ximenes, mas se envolverá com Roberta Leone, interpretada por Glória Pires. O papel marca a volta do ator à televisão depois de uma série de tratamentos contra um linfoma não-Hodgkin, diagnosticado no ano passado.

O modelo Jesus Luz também está no elenco e viverá Ronaldo, um vendedor da loja Charlô's, apaixonado por Juliana. Edson Celulari e Luana Piovani, respectivamente Felipe e Vânia, viverão um caso de amor proibido.

A trilha sonora também foi atualizada. A música de abertura da novela será a mesma da versão original, também com o nome "Guerra dos Sexos", numa regravação do conjunto Os Fevers, agora em nova formação.

A novela ainda terá Paulo Rocha, Thiago Rodrigues, Guilhermina Guinle, Bianca Bin, Drica Moraes, Daniel Boaventura, Fernando Eiras, Raquel Bertani, Marilu Bueno, Johnny Massaro, Débora Olivieri, Antonia Moraes, Maria Carol, Mayana Moura, Marcelo Barros, Hilda Rebello e Marianna Armellini.

 

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos