UOL Entretenimento Televisão

14/12/2007 - 22h10

"Duas Caras": Macieira toma posse em meio a protestos; o que rola de 17 a 22/12

Do PopTevê

Divulgação

Macieira toma posse da reitoria
da reitoria em meio a protestos

A posse de Macieira (José Wilker) como reitor da Universidade Pessoa de Moraes é um dos grandes acontecimentos desta semana em "Duas Caras". Mas a festa, diante de milhares de universitários revoltados por natureza, não poderia passar sem um protesto.

Tudo vai muito bem entre poses para fotos e discursos emocionados até o momento em que Branca (Susana Vieira) passa a palavra a Macieira. Antes que ele pronuncie sua primeira frase, Rudolf interrompe e diz que vai ler um manifesto dos estudantes. Apesar do clima pesado, Macieira se mostra para lá de civilizado e diz que faz questão de ouvir o que ele tem a dizer, por mais "inflamado" que seja.

No final, o reitor garante que mudanças estão por vir, para alegria dos alunos. Depois, durante a reunião dos professores, deixa claro que quem não quiser colaborar está livre para pedir demissão. Novos tempos virão.

Juvenal e Alzira se beijam
  • Maria Paula se aproxima cada vez mais de desmascarar Ferraço

    Segunda, dia 17

    Maria Paula pede que Ezequiel não se aproxime mais dela. Ezequiel jura que ninguém vai saber que eles se conhecem. Ferraço diz a Sílvia que faltam poucos dias para a festa e para o anúncio do noivado dos dois. Maria Paula olha a foto e a reportagem sobre Ferraço e garante que ele vai pagar tudo o que lhe roubou. Macieira diz a Branca que não vai preparar discurso de posse. Alzira abre a porta e dá de cara com Juvenal, que a beija. Divaldo vê tudo.

    Terça, dia 18

    Alzira não consegue resistir a Juvenal. Setembrina joga os búzios e prevê que Andréia não será rainha da bateria. Geraldo acusa Juvenal de ser falso e garante que viu o beijo que ele deu em Alzira. Ferraço se diverte com o clima de hostilidade entre Sílvia e Bárbara. Benoliel consegue o emprego e procura Fernanda. Maria Paula vai à posse e vê, de longe, Sílvia e Ferraço se beijando.

    Quarta, dia 19

    Evilásio estranha ao ver Barreto beijar a mão da Condessa. Bernardinho e Dália entregam a Juvenal a proposta de enredo. Solange e Gislaine pegam carona com dois rapazes. Branca passa a palavra para Macieira. Rudolf interrompe e tenta ler o manifesto dos estudantes. Macieira faz questão de ouvir as reivindicações dos estudantes. Maria Paula caminha em direção a Ferraço, que abre a porta do carro para Sílvia.

    Quinta, dia 20

    Branca se aproxima de Maria Paula para agradecer a sua presença. Juvenal se aborrece porque Evilásio não pediu autorização para ir à posse. Jojô exige que Alzira volte a dançar. Solange sonha que briga com Júlia por causa de Evilásio. Geraldo briga com Divaldo, que insiste que viu o beijo. Andréia se arruma para a apresentação com a bateria.

    Sexta, dia 21

    Narciso marca encontro com Maria Paula na hora de sua saída do trabalho. Macieira diz a Heriberto que a universidade vai sofrer mudanças e quem não estiver interessado em colaborar, deve pedir demissão. Eva se anima ao saber da festa na quadra da Portelinha. Gioconda reprova Barreto por ter marcado uma reunião com Célia. Juvenal chega na quadra e, depois de um estrondo, a luz se apaga na quadra e no bairro.

    Sábado, dia 22

    Shirley ajuda Célia e Clarissa a chegarem à quadra. Alzira olha Dorgival, que finge não se importar com ela. Jojô torce para a luz voltar. Barretinho diz a Sabrina que a ama, mas ela responde que ele vai acabar mesmo é com uma "patricinha". Juvenal encontra Zé em seu camarote e o impede de beber. A luz volta à quadra. A bateria da escola toca para os bambas do samba que chegam.
  • Compartilhe:

      Hospedagem: UOL Host