UOL Entretenimento Televisão

14/11/2006 - 18h17

Atriz protagoniza barraco em coletiva e corre risco de ser cortada de novela

MARINA CAMPOS MELLO
Da Redação

Fotomontagem

Os atores Ângelo Paes Lemee Ana Ferraz em fotomontagem

Os atores Ângelo Paes Leme
e Ana Ferraz em fotomontagem

Mais
Bastidores: Cotidiano da favela será tema de novela da Record
Record reúne elenco de "Vidas Opostas", sua nova novela
Um barraco da atriz Ana Ferraz marcou a coletiva de apresentação da novela "Vidas Opostas", que estréia na próxima terça-feira (21) na Record e substitui "Cidadão Brasieiro".

O elenco da novela estava reunido nos estúdios da emissora, no Rio de Janeiro, quando Ana jogou um copo de refrigerante em seu ex-marido, o ator Ângelo Paes Leme, que interpretará o traficante Jéferson.

Ana, que integra o elenco de apoio de "Vidas Opostas" como a balconista Marcinha, é a atual namorada do ator Marcelo Serrado. Marcelo não assistiu à cena pois havia deixado o local minutos antes do incidente. Na trama, Marcelo interpreta um policial corrupto.

Não se sabe o motivo da briga, mas os que estavam próximos aos atores dizem que os dois já haviam se encarado e que Ana havia tentado falar com Paes Leme. Antes de despejar o conteúdo do copo sobre o ator, Ana teria dito "Você vai continuar fazendo isso?".

Após o banho, Paes Leme apenas cobriu a camisa com um casaco e, desconcertado, continuou dando algumas entrevistas. Ana saiu do local e, quando voltou, tentou continuar a discussão, mas foi impedida pela equipe de produção da emissora. Ana ainda não havia gravado suas cenas e agora corre o risco de ser cortada do elenco. Sua atitude teria desagradado à direção.

A novela "Vidas Opostas", escrita por Marcílio Moraes, contará a história do milionário Miguel (Léo Rosa, que estréia na TV), que se apaixona por Joana (Maytê Piragibe), uma guia de turismo pobretona que mora em uma favela.

A novela também mostrará a guerra do tráfico nos morros do Rio, além do cotidiano dos habitantes das favelas. Segundo o autor, a novela aposta em um "realismo crítico, algo que não vem sendo feito ultimamente no Brasil." A trilha sonora de "Vidas Opostas" será toda composta por canções de Chico Buarque.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host