UOL Entretenimento Televisão
 
12/12/2005 - 11h26

Turma do "Casseta & Planeta" empresta humor a jogo beneficente

FABÍOLA TAVERNARD
Do PopTevê
  • Turma do <i>Casseta & Planeta</i> confabula durante o jogo beneficente

    Turma do Casseta & Planeta confabula durante o jogo beneficente

Hubert esqueceu a chuteira em casa. Por isso vestiu meia, sandálias e óculos escuros. Bussunda encarnou o já conhecido craque do Tabajara Futebol Clube, "Marrentinho Carioca", com sua indefectível peruca loira. E apesar do desfalque da Vaca, mascote do time interpretada por Cláudio Manoel, não faltou o humor típico da turma do "Casseta & Planeta, Urgente!". Mais que apenas arrancar risadas, o jogo de futebol, realizado no Espaço Criança Esperança na comunidade Cantagalo/Pavão-Pavãozinho, Zona Sul do Rio de Janeiro, foi para arrecadar fundos para o Criança Esperança. "É unir o útil ao agradável. Estamos nos divertindo e ajudando um projeto social muito importante", diz Bussunda, uma dos mais animados.

O pretexto para a partida foi a estréia da nova camisa do Tabajara Futebol Clube, com listras nada discretas em roxo e amarelo. Parte do dinheiro arrecadado com as vendas será doado ao projeto da Rede Globo em parceria com a Unesco, que este ano completou 20 anos.

Ficou por conta do juiz Edílson Soares da Silva, o Michael Jackson, apitar o jogo onde cerca de 600 crianças e adolescentes se divertiam quando, já no fim do primeiro tempo, o placar mostrava os Cassetas perdendo de 7 a 1 para a equipe do Criança Esperança. "Essa molecada joga todo dia! Assim é covardia!", protesta Marcelo Madureira.

A molecada a que ele se refere são os alunos da escolinha de futebol do Espaço, onde também existem aulas de dança, teatro e uma biblioteca com acesso à Internet. Os alunos de teatro se encarregaram de formar a torcida organizada do Tabajara, com uniforme, coreografias e músicas ensaiadas. Na arquibancada, as crianças comemoravam ao perceber que a vitória seria, definitivamente, por goleada. Aos humoristas, cabia a função de revezarem-se na autoria dos piores lances do jogo e justificarem a desvantagem por conta da ausência da Vaca, "o craque do time". Os narradores - do grupo de humoristas da Rádio Cidade do Rio, Hoje É Bom - explicavam. "O artilheiro do time não pôde comparecer porque está com febre aftosa".

Apesar de chegar ao fim da partida com o placar de 15 X 1 para o time das crianças, os humoristas juram que entendem tudo de futebol e de qualquer outro esporte. Eles aproveitaram o evento para fazer propaganda do novo site do grupo, singelamente batizado de "Casseta com Bola e Tudo", no endereço www.globoesporte.com/casseta, em que parodiam o conteúdo do site do próprio "Globo Esporte". Agora, virtualmente, eles abusam do humor para falar de personalidades e competições do mundo esportivo. Há ainda um Blog coletivo em que eles comentam as últimas notícias. "Como todo brasileiro, a gente acha que entende de futebol, vôlei, natação, surfe, e por aí vai", brinca Hélio de la Peña.

Com presença confirmada na Copa do Mundo da Alemanha, no ano que vem, os Cassetas já separaram uma seção no site especialmente para a competição. Nela, estarão reunidos hinos parodiados de várias seleções, fotos engraçadas e ainda o Fórum Tabajarense, onde os internautas debatem livremente as tiradas dos humoristas.

Unir solidariedade e diversão foi o motivo unânime entre os humoristas para que se engajassem na iniciativa. Eles não escondem que a agenda sempre lotada de compromissos por vezes os impede de participar de mais projetos do tipo. Mas, para Hubert, a ida ao local teve também um sabor nostálgico: a sede do jornal "O Pasquim", onde trabalhou na época da Ditadura Militar, era bem próxima ao morro carioca. "Impossível não recordar. Hoje foi um dia perfeito, apesar da nossa derrota", conclui, aos risos.
Hospedagem: UOL Host