UOL Entretenimento Televisão
 
10/10/2005 - 10h53

"A Paixão de Cristo" corre o risco de não ser exibido na TV aberta

Da Redação
O filme "A Paixão de Cristo", visto no cinema por 6,8 milhões de pessoas no Brasil em 2004, corre o risco de não passar na TV aberta. Isso porque a Fox, empresa responsável pela distribuição do longa, teme que ele seja recusado pelas emissoras latinas devido à quantidade de cenas violentas, informa o colunista da "Folha de S.Paulo" Daniel Castro.

Ainda segundo o colunista, outro problema para a exibição na TV aberta é a dublagem. "Mel Gibson tem que aprovar o negócio. Ele não deixa tocarem no filme, não admite dublagem. É bem provável que só seja exibido em aramaico [mais hebraico e latim, as línguas faladas no filme] com legendas", disse à coluna Eli Wahba, diretor da Fox no Brasil.

Uma nova rodada de negociações tenta liberar a dublagem para o espanhol e o português. Sem dublagem, o filme ficará fora do horário nobre e, conseqüentemente, nenhuma rede investirá o que a Fox acha que o filme vale. A Fox vai negociar "A Paixão de Cristo" à parte, não em um pacote, como fez com "Homem-Aranha". A Globo tem prioridade.
Hospedagem: UOL Host