UOL Entretenimento Televisão
 
12/04/2004 - 13h35

"Fogo Cruzado", da Band, estréia com bate-boca

KIKE MARTINS DA COSTA
Colunista do UOL

Divulgação

Por falar em barracos, discussões, baixaria e ofensas, foi mais ou menos isso que se viu na estréia do "Fogo Cruzado", mesa-redonda que a Band pôs no ar ontem à noite. José Luiz Datena, Preta Gil, Astrid Fontenelle, Barbara Gancia e Jorge Kajuru foram convocados para discutir os principais temas da semana, como a guerra do tráfico no Rio, os filhos que estão matando os pais e o triste papel de Zeca Pagodinho na guerra das cervejas. O momento mais acalorado da discussão, no entanto, foi quando Preta Gil citou "Big Brother" e falou de sua admiração pela babá Cida, a vencedora do reality show da Globo. Nessa hora, Astrid ficou indiganada e falou que a moça de Mangaratiba não passava de uma "baranga manguaceira". Kajuru, que saiu em defesa da babá, disse então que baranga mesmo era a própria Astrid. Desnecessário dizer que o tempo fechou, pois aí todo mundo começou a falar ao mesmo tempo tomando as dores de Astrid ou amenizando o destempero de Kajuru. Quando a coisa acalmou, Astrid e Kajuru pediram desculpas ao público, mas cada um deixou bem claro que mantinha o que havia dito. Foi um começo e tanto para um programa que se proclama ser uma espécie de "Manhattan Connection" da Band. Tava mais para "Conexão Carapicuíba", isso sim! Aos poucos, Marlene Mattos vai deixando sua marca na programação da emissora do Morumbi...

Hospedagem: UOL Host