UOL Entretenimento Televisão
 

Ribeirão do tempo

Capítulo do dia

30/10/2010

Joca vai até a delegacia e conta a Ajuricaba que sofreu um atentado

Arminda e Diana se abraçam tristes pelo sumiço de Joca. Bill serve sopa para Joca, que está enfraquecido. Alguns populares ainda brigam e os policiais os contêm. Célia sente dor nas costas, depois de ter levado uma pancada durante a confusão. Joca acorda e Bill conta a ele que o encontrou desmaiado na margem do rio. Joca afirma que não se lembra de nada. Marta diz a Léia que o carro de Joca foi rebocado e que não tem mais nenhuma notícia. Léia fica irritada e diz que a polícia de Ribeirão não vale um centavo dos impostos que o povo paga. Sancha e Romeu tentam acalmar Léia. Joca se lembra do que aconteceu e agradece a Bill por tê-lo ajudado. Marta fala para Ajuricaba que a carceragem está lotada e é preciso providenciar comida para todos. O delegado manda a investigadora soltar todo mundo. Ajuricaba diz a Marta que Joca deve ter se metido com traficantes. Joca tenta pegar carona para voltar para Ribeirão. Tito mostra para dois operários o que deve ser consertado no quarto que vai ser dele e de Filomena. Clorís diz a Tito que não consegue entender como um casamento pode ser feito de forma tão insana. Tito liga para Filó e conta que está reformando o quarto. Joca, finalmente, consegue carona com um caminhoneiro. Joca vai até a delegacia e de lá liga para Léia e a tranquiliza. Joca conta a Ajuricaba que sofreu um atentado e que Bill o ajudou. O detetive explica que o atentado contra ele tem a ver com o assassinato do senador e exige que o caso seja investigado. A secretária mostra a foto de Joca no jornal para Arminda e diz que ele está desaparecido. Joca chega em casa e Léia o recebe, chorando.  
 
 

Hospedagem: UOL Host