Ator Brad Garrett pede aumento de salário na TV por "Raymond"

Por Steve Gorman

LOS ANGELES (Reuters) - O ator Brad Garrett, astro do seriado de humor "Everybody Loves Raymond", pediu à emissora CBS, responsável pela série nos EUA, um aumento por sua participação no programa.

Garrett, que interpreta Robert, o irmão mais velho e ciumento de Ray Barone (na pele do astro Ray Romano), recusou-se a voltar a atuar até que a CBS concorde em discutir um aumento, disse na quarta-feira uma fonte ligada ao caso.

A CBS respondeu ordenando que o roteiro do primeiro episódio da oitava temporada da série não tenha a participação do personagem de Garrett.

A rede divulgou uma nota chamando Garrett de "ator extremamente talentoso", mas acusou-o de violar cláusulas de seu contrato. A CBS afirma também que renegociou o contrato com o ator duas vezes em quatro anos.

"O acordo mais recente conta com os serviços de Brad até o final da oitava temporada de 'Everybody Loves Raymond'. É lamentável que ele não esteja honrando isso", disse a CBS.

O agente de Garrett não estava disponível para comentar o assunto. Mas o jornal de Hollywood Daily Variety afirmou que seus representantes na agência Raw Talent disseram: "Se não tivermos um acordo justo, sentimo-nos confortáveis para sair (do programa)".

Fontes disseram à Reuters que Garrett usou táticas semelhantes no passado para conseguir aumento, recusando-se uma vez a gravar episódios na Itália. Uma outra fonte disse que o confronto foi resolvido apenas depois que a CBS ameaçou tirar seu personagem do programa.

Uma fonte da produção do seriado disse à Reuters que Garrett ganha 4 milhões de dólares por ano, ou cerca de 166 mil dólares por episódio. Aparentemente, seu salário é o mais baixo entre os atores secundários de "Raymond".

Romano ganha cerca de 2 milhões de dólares por episódio, sendo um dos atores mais bem pagos da televisão dos EUA.

UOL Cursos Online

Todos os cursos