Astro de "O Homem de 6 Milhões de Dólares" processa Universal

Divulgação

"Ciborgue" diz que nunca
recebeu os lucros do seriado

LOS ANGELES (Reuters) - O ator Lee Majors, conhecido como o ciborgue da série de TV "O Homem de Seis Milhões de Dólares", entrou em uma batalha jurídica biônica contra os produtores do programa dos anos 1970.

O ator de 63 anos, que estrelou como o piloto de membros biônicos na série da ABC, época em que era casado com a atriz Farrah Fawcett, abriu uma ação contra a Universal Television Group por quebra de contrato e fraude, alegando que foi excluído dos lucros do seriado.

O processo solicita uma auditoria completa dos livros contábeis da Universal e dos registros financeiros relacionados ao programa, a fim de determinar a soma que deverá ser paga a ele.

Um porta-voz do estúdio disse que a companhia nunca comenta litígios pendentes.

De acordo com o processo, a Universal concordou em 1975, depois que o seriado estava no ar por dois anos, em pagar 15 por cento dos lucros líquidos a Majors, incluindo a venda da série para outras emissoras.

Segundo o processo, Majors nunca viu a cor desse dinheiro.

Major era o protagonista do seriado como o austronauta e piloto Steve Austin que, ao ser ferido gravemente em uma queda de uma aeronave experimental, recebe implantes biônicos no lugar do olho, de um braço e das pernas que perdeu no acidente, que lhe dão superpoderes.

A popularidade da série gerou a "Mulher Biônica", estrelando Lindsay Wagner no papel de Jamie, seriado que deverá ser refilmado em breve.

UOL Cursos Online

Todos os cursos