Grã-Bretanha adverte programas de TV ousados demais

LONDRES (Reuters) - O organismo de vigilância da televisão britânica avisou aos executivos responsáveis que eles devem monitorar de perto os programas voltados para o público jovem.

A advertência foi dada depois de queixas de telespectadores, por causa das participações de estrelas como Christina Aguilera, que são eróticas demais.

A Comissão Independente de Televisão (CIT) disse que recebeu 13 reclamações sobre o programa de música pop "CD:UK", da ITV1, voltado a jovens.

As queixas foram motivadas pelas participações provocantes da artista americana Aguilera e da cantora australiana adolescente Holly Valance.

Aguilera apareceu com um figurino ínfimo para cantar "Dirrty", e Valance também se vestiu de maneira provocante.

A CIT disse que o programa não violou seu código, mas que se solidariza com a preocupação dos espectadores.

"Sempre haverá artistas que procuram provocar polêmica, por uma razão ou outra", disse a comissão, acrescentando que recomendou atenção à produtora responsável pelo programa, a London Weekend Television.

Esta disse que a questão reflete a dificuldade que ela tem para atrair artistas mais populares e, ao mesmo tempo, garantir que o programa seja apropriado para um público jovem.

Segundo a produtora, ela mesmo exige com freqüência que os artistas mudem letras e passos de dança.

UOL Cursos Online

Todos os cursos