Canais de TV preparam programação para a virada do ano

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A contagem regressiva para a virada do ano já começou nas emissoras de TV, que vêm preparando programas especiais que vão desde a transmissão da tradicional queima de fogos na praia de Copacabana até a posse do presidente da República.

Na noite do dia 31, a Rede Globo pretende esquentar o Réveillon com a apresentadora Angélica e o músico Tony Garrido no comando de uma edição extra do programa "Fama".

Segundo a assessoria de imprensa da emissora, a idéia é montar um palco flutuante no lago que fica em frente à academia cenográfica que serve de habitat para os candidatos.

Além dos participantes das duas primeiras etapas, estarão presentes convidados especiais, como Gal Costa, Cidade Negra, Elba Ramalho, Jair Rodrigues e Capital Inicial. Após a queima de fogos no Rio de Janeiro, a Globo irá exibir o "Show da Virada", um espetáculo para o qual estão cotados: Ivete Sangalo, Zeca Pagodinho, Luciano, Daniel, Simone as duplas Sandy&Junior, Chitãozinho e Xororó, os grupos KLB, Jota Quest e Charlie Brown Jr. Como pede a ocasião, o branco vai reinar no figurino.

O "Fantástico" também ganhará matérias temáticas, como a minissérie "Ano de Glória". A atriz Denise Fraga vai interpretar Glória, uma mulher que viverá todos os problemas que assolaram 2002, como o racionamento de energia, a dengue e a violência, mas também os fatos históricos como a conquista da Copa e as Eleições.

Na emissora a cabo GNT, do Sistema Globosat, o destaque será um especial com Louis Armstrong e a aguardada entrevista de Marília Gabriela com a dupla Sandy e Junior, ambos ainda sem data definitiva, mas em meados do mês de dezembro.

A Rede Brasil, formada por emissoras educativas de todo o país, também buscará no seu vasto arquivo entrevistas históricas que marcaram os 29 anos da emissora, incluindo as feitas com Nelson Rodrigues, Carlos Drummond de Andrade, Carlos Cachaça e Pixinguinha. No SBT, a equipe de Hebe Camargo promete uma festa para o último programa do ano, enquanto que o "SBT Repórter" prepara uma retrospectiva 2002.

Como a posse do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva acontecerá logo no dia 1º, 2003 começará com as emissoras voltadas para a cerimônia e suas repercussões.

Por conta disso, os departamentos de jornalismo estão se preparando para uma extensa cobertura ao vivo do evento.

(Por Luiz André Ferreira, especial para a Reuters)

 

UOL Cursos Online

Todos os cursos