Com ajuda de ex-Narizinho, Claudia Raia grava texto até na hora do jantar

Giselle de Almeida

Do UOL, no Rio

  • João Miguel Júnior/TV Globo

    Claudia Raia e Rosana Garcia nos bastidores de "Alto Astral"

    Claudia Raia e Rosana Garcia nos bastidores de "Alto Astral"

O jeito espalhafatoso de Samantha em "Alto Astral" pode dar a falsa impressão de que Claudia Raia improvisa o tempo todo no set da novela. Mas não é bem assim: com uma média de 15 a 20 cenas por dia, a atriz faz questão de chegar ao set com o texto bem decorado. E o segredo dela tem nome e sobrenome: Rosana Garcia. Seja nos corredores do Projac ou na casa da intérprete, até durante a hora do jantar, a instrutora de dramaturgia é quem garante a disciplina da atriz.

No dia em que o UOL visitou os bastidores de gravação da novela, até os minutos da entrevista de Claudia foram monitorados por Rosana. O motivo? As várias páginas de roteiro a serem memorizados para o dia seguinte. "A gente tinha combinado que ela só podia ficar um pouco porque tinha que pegar firme. Ela tem um volume muito grande de texto, é uma loucura. Aproveitamos todos os intervalinhos, todas as brechinhas. Dez minutos pra gente já é muita coisa", diz Rosana, 50, sempre lembrada pelo público como a Narizinho do "Sítio do Picapau Amarelo" (1977).

Mas, para tanto trabalho, haja intervalinhos. Mesmo quando o expediente no estúdio acaba, por volta das 21h, a dupla não desliga. "Passo o dia inteiro com ela, até na minha casa ou na casa dela. A gente vai jantando e passando o texto. É muito gostoso de fazer. No meio da decoreba, começamos a conversar assuntos nossos, para relaxar um pouco. Rimos bastante, falamos sobre os projetos dela, ela está sempre produzindo uma peça. Claudia não dorme, só acorda", brinca.

Rotina é algo quase impossível para a instrutora, que tem sua vida pessoal organizada de acordo com os roteiros de gravação, que são liberados semanalmente, mas costumam sofrer muitas alterações de última hora. "Não dá pra marcar médico enquanto o roteiro não chega", conta. 

Duas novelas ao mesmo tempo
Mas se gravar uma novela só exige muito, imagine duas ao mesmo tempo. Na função de coach há 14 anos, Rosana é conhecida por sua experiência com atores mirins – no momento, ela também se dedica às crianças do elenco de "Sete Vidas". "Ritmo de gravação é muito doido, diretor tem que ver 500 coisas ao mesmo tempo, e as crianças precisam de uma atenção especial. Eles eu acompanho durante as gravações. Com adultos não preciso ficar tão em cima, só mais na preparação da cena", explica ela, que também já auxiliou atores como Malu Mader e Fábio Assunção.

No caso de Claudia, com quem trabalha direto desde "A Favorita" (2008), o objetivo é facilitar o trabalho, principalmente porque as gravações nem sempre respeitam a ordem cronológica das cenas. E o estilo de direção de Jorge Fernando, que costuma marcar bem suas cenas, segundo Rosana, exige mais ainda da intérprete.

"Samantha tem muita movimentação, fala muito rápido. Se o texto não estiver firme, ela não vai relaxar e poder brincar. A gente trabalha bastante bem pra ela chegar na hora e entrar nas mil e uma loucuras do Jorginho sem se preocupar com o texto", afirma.

Com um trabalho tão intenso juntos dos atores, Rosana admite que volta e meia sente falta de atuar mais. "Sempre, né? Acabo fazendo uma participaçãozinha afetiva, como em 'Flor do Caribe', com o Jayme Monjardim também. Assim vou matando a saudade", conta.

Cenas de "Alto Astral"
Cenas de "Alto Astral"

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos