Michel Teló se despede do "Bem Sertanejo": "Projeto sempre foi meu sonho"

Giselle de Almeida

Do UOL, no Rio

  • Divulgação

    Gusttavo Lima e Luan Santana são os convidados do último episódio do quadro "Bem Sertanejo", apresentado por Michel Teló

    Gusttavo Lima e Luan Santana são os convidados do último episódio do quadro "Bem Sertanejo", apresentado por Michel Teló

Quando o último episódio do "Bem Sertanejo" for ao ar neste domingo (16), no "Fantástico", terá um gostinho de missão cumprida para Michel Teló. O encontro com Gusttavo Lima e Luan Santana encerra a série concebida por ele para ser lançada em DVD e que nem ambicionava ir ao ar em rede nacional, mas que chega ao fim cercada de rumores de que pode virar uma atração à parte na Globo. "Tirar esse projeto do papel sempre foi o meu sonho. Fiquei muito feliz em poder apresentá-lo e mais ainda com o resultado. Aprendi muito com cada encontro e senti que pude passar tudo o que a música sertaneja tem de melhor para o público", afirma o cantor.

Grandes nomes da música sertaneja deram o ar da graça no quadro, mas a lembrança mais impactante que fica para Teló é a do encontro de um fã com grandes ídolos, como a dupla Chitãozinho & Xororó. "Um dos que me marcaram bastante foi Almir Sater, porque é um cantor que eu admiro demais e que não tinha tido a oportunidade de conhecer. Eu me criei em Campo Grande e sempre tive ele como referência. Fiquei muito emocionado", garante.

Prestes a estrear uma turnê paralela com convidados que passaram pelo programa, o paranaense é modesto quanto à performance em frente às câmeras. "Quando a gente fala sobre um assunto que gosta, que faz parte da nossa rotina, do nosso trabalho, facilita muito. Tenho muito a aprender ainda, claro", afirma ele, que diz ser cedo para falar em uma possível segunda temporada da atração.

Embora não se considere um apresentador ("A música, os shows são sempre prioridade"), ele já tem uma nova tarefa na Globo: comandar um dos episódios do especial "Sai do Chão", previsto para estrear no dia 21 de dezembro. "Foi maravilhoso. Me senti no meu show, com o privilégio de contar com grandes participações e fazer a turma pular e se divertir. A vibe das gravações foi muito boa. Espero que o público de casa sinta isso e se divirta tanto quanto nós nos divertimos gravando", torce.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos