TV em tempo real é liberada nos ônibus de São Paulo

São Paulo - Uma portaria publicada sábado no Diário Oficial da Cidade autoriza as transmissões de mídia televisiva em tempo real dentro dos ônibus de São Paulo. O serviço já era testado há cerca de um mês, mas todo material veiculado tinha de ser enviado antes à São Paulo Transporte (SPTrans), empresa responsável por gerenciar os serviços de ônibus na capital paulista.

Globo e Record querem transmitir suas programações nos 14 mil coletivos que circulam na cidade. Do conteúdo autorizado para publicidade, que inclui também peças impressas, 30% será destinado à grade de programação da mídia televisiva, com uso preferencial para mensagens de caráter institucional, de campanhas educativas e de utilidade pública promovidas pela Prefeitura.

As empresas também deverão disponibilizar à SPTrans, via link de internet, a programação diária veiculada em tempo real ou enviar com antecedência de cinco dias úteis qualquer tipo de material gravado. Apesar de o áudio ser proibido, a portaria do secretário municipal dos Transportes, Alexandre de Moraes, autoriza a empresa veiculadora a disponibilizar sistema de áudio com utilização de fone de ouvido, por meio de tecnologia bluetooth ou frequência modulada específica.

A Assessoria de Imprensa da Secretaria Municipal dos Transportes informou que as três empresas que detêm os direitos de transmissão nos ônibus são a Bus Media (300 ônibus, ligada à Globo), a TVO (500 ônibus, parceira da Rede Bandeirantes) e a BUS TV (100 ônibus). A pasta não acredita em guerra de audiência com a autorização de transmissões ao vivo. O secretário Alexandre de Moraes, titular dos Transportes e presidente da SPTrans, disse que não comentaria detalhes da portaria. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos