Marcelo Tas também tem salário reduzido na Bandeirantes - "Pânico" escapa

Flávio Ricco

Flávio Ricco

Colunista do UOL
  • Thiago Duran e Caio Duran/AgNews

    O apresentador Marcelo Tas

    O apresentador Marcelo Tas

O corte nos salários dos apresentadores da Bandeirantes, como Neto, Milton Neves, Renata Fan e companhia bela, não ficou só no campo esportivo, mas se estendeu a todos os outros setores.

Marcelo Tas, do "CQC", por exemplo, também foi um dos "premiados".

A redução de salários atingiu todos os principais contratados da Bandeirantes. Ninguém escapou, embora se comente que com os diretores a coisa não foi tão severa assim. Ou como se anunciou.

O "Pânico" só não foi afetado porque o seu pessoal não tem contrato com a emissora.
 
As medidas de contenção impostas, já em 2014, serão observadas também na sua programação.

O "Agora é Tarde", do Danilo Gentili, por exemplo, não terá mais programa inédito na sexta-feira. O dia ficará reservado para os melhores momentos da semana, semana que será limitada de 3ª a 5ª.
 
A sexta-feira, faixa da noite, na Band, será transformada num reprisão, "Pânico" antes e "Agora é Tarde" depois.

O mesmo acontecerá com o "CQC" na noite de sábado. Tudo isso. Ah! Mas a festa de fim de ano, dia 13, que também correu certo risco de não acontecer, foi confirmada e será realizada em grade estilo. Festa é festa, é ou não é?

*Colaboração de José Carlos Nery

Leia a coluna na íntegra.

Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. Email: colunaflavioricco@uol.com.br.

UOL Cursos Online

Todos os cursos