Repórter da Globo é assaltado em São Paulo

Flávio Ricco

Flávio Ricco

Colunista do UOL Leia todos os artigos
  • Reprodução

    Repórter César Menezes foi assaltado e desabafou no Facebook

    Repórter César Menezes foi assaltado e desabafou no Facebook

A violência nas ruas de São Paulo, de algum tempo, atinge números bem preocupantes. Já não existem locais ou horários mais seguros e o número de vítimas continua crescendo assustadoramente.

Ontem, quinta-feira (14), foi a vez do repórter da TV Globo, César Menezes, que em tom de desabafo acabou de escrever no seu Facebook:   

“Ontem foi a minha vez.
Há três semanas, minha família foi vítima de um assalto num sinal de trânsito perto de casa. Ontem, eu voltava da TV de táxi, quando o carro que estava na frente parou no sinal. Três assaltantes desceram e fizeram um arrast?o. Arma na cabeça, ameaças, tiro para cima. Levaram celular, carteira e qualquer resto de sensação de segurança que eu insistia em manter. Foi cena de 'f...aroeste'. Eram nove e meia da noite quando finalmente percebi que vivo numa terra sem lei. São Paulo virou isso. Num dos assaltos anteriores - as sim mesmo, no plural - ouvi de uma escrivã que há ruas por onde não posso passar, doumentos meus que não posso carregar e que devia manter uma 'bolsa do ladrão' com dinheiro na carteira para deixar o dito ficar satisfeito e me deixar vivo.
Ontem, na delegacia, um PM conseguiu me deixar ainda mais preocupado. Disse que passa os dias vigiando uma saída da favela enquanto os ladrões saem por outra. E que sabe que esse 'joguinho de gato e rato' não protege ninguém. Certamente não protegeu as dezenas de vítimas que registraram boletins de ocorrência junto comigo e com o taxista que me levava.
Vivo numa cidade sem lei, com medo de respeitar um sinal vermelho, de sair à noite, de alguém não voltar mais pra casa. E não vejo perspectiva de mudança.
Repito a pergunta que fiz há três semanas. O que vamos fazer? Estou aceitando sugestões. E depoimentos. Se alguém aí foi vítima ou conhece alguém que foi vítima de assalto em São Paulo que se manifeste.
Ontem foi a minha vez.”

*Colaboração de José Carlos Nery

Flávio Ricco

Jornalista, passou por algumas das mais importantes empresas de comunicação do país, como Tupi, Globo, Record e SBT. Dirigiu o "Programa Ferreira Netto" e integrou a equipe do "SBT Repórter". Escreve sobre televisão desde 2003. Email: colunaflavioricco@uol.com.br.



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos