"Acho que ele pode buscar um lance até com a Tatá", diz amigo de Cássio

Bruna Nastas

Do UOL, em São Paulo

Descrito por familiares e amigos com adjetivos como "popular", "baladeiro" e "louco", o gaúcho Cássio Lannes, de 22 anos, já desponta como um dos favoritos do público do "BBB14". 

Até o final da noite de terça-feira (7), dia em que foi revelada a lista dos participantes do programa, Cássio liderava a enquete do UOL "Qual participante do 'BBB14' é o seu favorito?".
  • 18315
  • true
  • http://televisao.uol.com.br/bbb/bbb14/enquetes/2014/01/07/qual-participante-do-bbb14-e-o-seu-favorito.js
 
Segundo o amigo e vizinho Israel Barela, morador do bairro Porto Verde, em Alvorada (RS), Cássio faz sucesso com as mulheres e pode investir tanto nas sisters quanto na atriz Tatá Werneck, que fará uma participação especial na próxima quarta-feira na pele da personagem Valdirene -- inclusive com orientação para se jogar para cima dos homens e tentar levar um deles para debaixo do edredom.
 
"Ele é bastante conhecido por ser muito louco – no bom sentido. Acredito de verdade que ele será um dos nomes mais lembrados da casa. Acho que ele pode buscar um lance até com a Tatá Werneck, se ela estiver na casa ao lado dele", diz Israel. O amigo conta ainda que o gaúcho é conhecido na região por organizar festas e que costumava a ir a baladas vestido de Batman. "É o Batman mais famoso de Porto Alegre". 
 
O estudante de Publicidade e Propaganda da PUC-RS também integra o centro acadêmico da faculdade e está sempre cercado de amigos e colegas, de acordo com o irmão Henrique Lannes, que atualmente cuida das redes sociais do brother.
 
"Ele procura sempre estar envolvido com todo mundo, ele gosta do 'povão'. Pelo que reparei – por divulgação de outros participantes – acredito que ele tem grandes chances de ganhar, mas tudo depende das coisas que ele fizer dentro da casa". O jeito extrovertido, o gosto pelas baladas e o visual com cabelo estiloso e tatuagens renderam comparações com o também gaúcho Nasser, do "BBB13", que frequenta algumas das mesmas casas noturnas que Cássio na capital rio-grandense.
 
Brincalhão demais, o gaúcho corre risco de ser mal interpretado, defende o irmão. Como em uma vez em que fez piada sobre escravidão no Twitter e foi acusado de racismo por outros internautas. "Ele é muito brincalhão e fala sem pensar, às vezes algumas brincadeiras não agram a todos, mas com certeza ele não falou por maldade. Quem tem bom senso vai ler o comentário sem julgar, vai notar que foi uma piada, apenas uma brincadeira".
 
"Vou ficar com ciúme", diz estudante
Apesar de ter entrado solteiro no "BBB14", a estudante de Turismo Brida Oliveira, de 21 anos, afirma que ficava frequentemente com o jovem desde outubro, quando se conheceram em uma festa. "A gente conversou até antes de ele ser confinado, ele me falou que teria que ficar um tempo sem falar comigo, mas não podia explicar o motivo", contou.
 
A estudante acredita que o brother vai "se jogar muito" e "curtir" a participação no reality, podendo se relacionar com outras confinadas. "A gente não tinha um relacionamento sério, mas com certeza vou ficar com um pouco de ciúme", confessa.  A amiga da jovem Mahysa Camargo, estudante de jornalismo, afirma que Cássio gostava muito de Brida e que as festas que o jovem organizava sempre eram animadas. "Ele sabia o que a galera gostava: o estilo e tudo. Acho que ele tem chances de ganhar, pois não terá dupla personalidade".
 
Amigo de Cássio há cerca de oito anos, Silvio Fernando conta que o jovem já chegou a fazer uma festa para 200 pessoas em sua casa. "Ele organizou um aniversário em uma casa noturna, mas deu um problema e então, de última hora, ele chamou o pessoal para ir até a sua casa. Foram quase 200 pessoas para a sua casa e o pior: o pai dele estava lá e viu toda a bagunça".
 
Silvio conta que já sabia que Cássio participaria do programa antes de a lista oficial ser divulgada. "Aconselhei ele a manter os pés no chão, que aquilo tudo não é o que parece, mas para ele curtir e aproveitar bastante", lembra. E acredita que o gaúcho deverá ir bem nas provas de resistência, mas que pode acabar prejudicado por um problema no joelho.  "Ele já chegou a fazer uma cirurgia no joelho, por conta do futebol", revela.
 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos