Big Brother Brasil 10
Marcelo Dourado

Marcelo Dourado

  • Idade:37 anos
  • Profissão:Lutador de vale-tudo
  • Cidade:Porto Alegre - RS
Notícias Perfil

02/03/2010 - 16h42

Dourado se irrita com Lia e a dançarina chora

da Redação
  • Reprodução

    Dourado disse que Lia estava "viajando" (2/3/10)

 Lia diz que achava que Eliéser poderia negar o anjo até o último momento. “Mas não entendo o que isso tem a ver com o seu jogo?”, questiona. “Porque eu queria votar nele. Era o momento de mandar ele pra fora. Agora tu tem muito mais risco de sair com a Cacau do que com ele. Não entendo porque tu tá indignada comigo”, rebate Dourado.

“Não fiquei indignada, eu estou receosa, eu nunca vou saber... Eu tava de cara virada e você perguntou que eu tinha. Se o Brasil achar que eu tenho que ficar aqui pra enfrentar ele que correu de mim, ótimo. Agora eu quero ir com ele”, afirma.

“Pra mim isso é inocência sua, agora era o momento. Ele tava enfraquecido”, responde Dourado. “Se for da vontade do Brasil eu vou ficar”, diz Lia. “Eu encaro diferente, eu acho que quando rola um negócio desse tem que enfrentar. Pra mim tava difícil, eu não tinha opção”, rebate o gaúcho.

“Dourado, esse paredão foi difícil mesmo, a gente votou em quem gosta. Isso da Maroca ter votado em você, tem que você resolver com ela”, diz Lia. “Eu não estou ressentido. Mas um dia antes alguem me prometer uma coisa me tira a opção. Eu até agora não votei desse jeito, se o público acha maneiro f...-se. Eu tenho que pensar em quem votar e votar com consciência”, afirma Dourado.

“Eu quero entender porque você fez isso”, diz a dançarina. “Já expliquei. Entendeu ou não?”, rebate Dourado. “Eu não tenho que entender nada. Eu tenho o direito de pensar nisso e ficar chateada”, devolve Lia. “Eu não tô te entendendo. Tu fica brava comigo porque eu botaria tu contra o casal, a Cacau falou a mesma coisa, 'você queria por a gente no paredão'. Não tem comparação, a gente é amigo aqui. Meu objetivo não era colocar a Cacau e o Eliéser, era colocar o Eliéser”, afirma Dourado.

“Eu estou falando que ir eu e o Eliéser desviaria o foco, ou se eu fosse com o casal eu sairia em desvantagem”, tenta explicar a dançarina. “O paredão era vocês dois, ele que correu, eu não queria votar na Cacau”, reafirma o lutador. “Pra mim o que importa são as intenções. Eu sei que você queria votar nele, mas queria saber o porque”, diz Lia. “Porque ele é meu alvo primário e eu não queria votar na Cacau”, diz Dourado.

Se eu chegasse nele 'e aí meu irmão, vambora?', ele ia correr do mesmo jeito”, afirma a dançarina. “Mas aí você ia ganhar mais um ponto”, argumenta Dourado. “Eu não quero saber de ganhar ponto. O que achei é que você tava com medo de ir pro paredão”, responde Lia.

“Fala por ti. Eu não tenho medo de ir pro paredão, tive da primeira vez, agora não tenho mais”, rebate Dourado. “Medo todo mundo sente, coragem é enfrentar os medos. Se você falou que sua intenção era essa, então tudo bem”, diz Lia.

Dourado se exalta. “Não sei como eu posso ser mais transparente neste jogo. Tudo que eu tenho pra falar, falo na cara. E você ainda acha que eu tô armando por trás”. Neste momento Dimmy se aproxima e Dourado diz em voz baixa: “Fica quieta que esse aí é 'leva e traz'”. Depois continua. “Eu acho que tu viajou, fiquei chateado. De qualquer maneira eu ia me dar mal, mas fiz o que achei certo”, afirma.

“Eu não tô pensando no casal, tô pensando em mim”, diz Lia. “Olha como é relativo. Ouve o que eu tô te falando! Eu falei com você e com ela, vocês deveriam ser adversárias, mas as duas acharam que eu tava armando, acharam uma coisa negativa. Então não tem certo aqui. Parabéns pra você. Ao invés de ficar junto comigo você vem falar isso. Eu fico p... da vida”, dispara o lutador, e encerra a conversa.

Lia então vai ao puxadinho, muito nervosa, e começa a chorar. Fernanda e Anamara vão perguntar qual é o problema, mas a dançarina diz: “nem quero falar sobre isso agora”.

Compartilhe:

    Últimas Notícias

    Hospedagem: UOL Host