UOL Entretenimento Televisão

07/01/2010 - 00h09

"A Fazenda" ignora o espectador e muda de horário pela terceira vez

MAURICIO STYCER
Crítico do UOL
  • Reprodução

    André Segatti demonstra seu amor aos cavalos da Fazenda

O que pensar de um programa que, ao chegar ao 53º dia no ar, ainda não decidiu qual é o seu horário? O espectador tem todo o direito de achar que trata-se de um programa pouco interessado nele.

 

Sem aviso prévio, “A Fazenda” acaba de inaugurar o terceiro horário diferente para as quartas-feiras. No início, o programa começava às 21h e terminava por volta das 22h. A partir de determinado momento, no esforço de melhorar a audiência, o reality da Record inovou e foi dividido ao meio: começava às 21h, era interrompido às 21h45, para exibição de “Bela, a Feia”, e voltava às 22h30 para informar ao público os escolhidos para a roça (o paredão). E não é que nesta quarta o programa começou às 21h10 e não foi mais interrompido, sendo exibido até as 22h10?

 

A mudança exigiu outra novidade bizarra. A certa altura, alguém lembrou que era necessário advertir o espectador que aguardava, em vão, a sua novela. Para isso, Britto Jr. interrompeu a votação dos peões no seu momento mais tenso e surgiu em cena, pimpão como sempre, para fazer propaganda de “Bela, a Feia” e de “Poder Paralelo”. “Queria avisar a vocês que as novelas da Record estão em momentos imperdíveis”, anunciou.

 

Como um balde de água fria nunca vem sozinho, André Segatti foi a estrela principal do episódio desta quarta-feira. O coadjuvante da “Turma do Didi” apareceu do início ao fim do programa tentando compor uma música em homenagem a um potro que vai nascer na fazenda. Inacreditável!

 

Tentando rimar as palavras “alegria” e “magia”, André pediu ajuda a MC Leozinho para incluir o seguinte “verso” na canção: “Quando ouvi o som do relinchar do potrinho que se formava”. Sempre bem-humorado, o autor do clássico “Se ela dança, eu danço” não agüentou tanta poesia e se retirou da sala.

 

Andre ainda apareceu muito no programa. Foi enquadrado brincando com a miniatura de cavalo que ganhou, se espatifou e foi remendada por ele, depois foi visto fazendo carinho nos animais no estábulo e, a todo momento, foi ouvido cantarolando a sua “música” para o futuro bebê equino.

 

O candidato encerrou sua participação na noitada com um discurso tão rico de imagens quanto a sua canção para o futuro cavalinho: “Aprendi a amar todas as pessoas aqui. Não tenho problema com ninguém. Me sinto pleno aqui. Com alegria.”. E ainda disse: “Aqui tenho contato com Deus. Quero ver esse potrinho nascer”.
 

Mauricio Stycer

Mauricio Stycer é repórter especial e crítico do UOL. Jornalista desde 1986,
já trabalhou no "Jornal do Brasil", "Estadão", "Folha de S.Paulo", "Lance!",
"Época" e "CartaCapital", entre outros.

Fórum UOL Televisão - Mauricio Stycer

Blog do Mauricio Stycer

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host