Com casamento aberto, mulher aprova Maroni ter affair em "A Fazenda"

Natália Guaratto

Do UOL, em São Paulo

  • Arquivo Pessoal

    Dani Toledo, secretária de Oscar Maroni, e Maíra Juchem, mulher do empresário, posam juntas para fotos

    Dani Toledo, secretária de Oscar Maroni, e Maíra Juchem, mulher do empresário, posam juntas para fotos

Em sua primeira semana em "A Fazenda 7", o empresário Oscar Maroni chamou atenção por tentar formar um casal com a cantora Bruna Tang.  O dono do Bahamas, que está em um relacionamento aberto com a publicitária Maíra Juchem há oito anos, afirmou para a companheira de confinamento que um affair entre os dois, ambos casados, iria causar polêmica e seria bom para o reality show. 

Nesta quarta-feira (17), Maíra, que administra a área de marketing das empresas de Maroni, afirmou ao UOL que "não tem problemas" em ver o marido se envolver com outra mulher. "Quando conheci o Oscar, ele já era dono do Bahamas e ele sempre teve que lidar com muitas mulheres. Nossa relação é muito calcada no companheirismo e na liberdade, principalmente em termos de sentimentos, até porque tem a Dani, que está sempre junto comigo", disse Maíra, referindo-se à secretária de Maroni, Daniele Toledo, sua companheira. "Nunca irei cercear a liberdade dele, assim como não gostaria que ele cerceasse a minha", diz a publicitária.

Segundo Maíra, Maroni entrou em "A Fazenda 7" principalmente para tentar mudar a imagem de "homem mau" que ficou impregnada por conta das acusações de favorecimento à prostituição. "Quem não quer ganhar R$ 2 milhões? Ninguém entrou pensando em não levar o prêmio, mas o Oscar tem essa necessidade de tirar a maquiagem que a mídia criou", explica.

Arquivo Pessoal
Juntos há oito anos, Oscar Maroni e a mulher Maíra Juchem têm um relacionamento aberto
Chamado pelos companheiros de reality show de falastrão e contador de histórias, Maroni já teve desavenças com Lorena Bueri e Roy Rosselló. A primeira chegou a discutir com o empresário, ofendida por ele ter dito que qualquer mulher aceitaria dinheiro de um homem para deixar seu emprego. Já o ex-Menudo Roy se irritou porque o dono do Bahamas não parava de falar sobre mulheres e sexo no momento em que os participantes se preparavam para dormir. 

Ainda que a verborragia de Maroni custe alguns votos e uma possível ida à primeira roça do programa, Maíra acredita que o empresário deve seguir falando o que pensa. "Ele está sendo 100% verdadeiro. Em 'A Fazenda', todos poderão ver que ele não é um cara mau, mas só alguém que gosta de confrontar as pessoas", diz.

"Empresário do prazer"

Conhecido por ser proprietário da boate Bahamas Night Club, em São Paulo, Oscar Maroni tem 62 anos e se autodefine como "empresário do prazer". Acusado de promover a prostituição em seu estabelecimento, ele foi condenado a 11 anos e 8 meses de prisão pelos crimes de favorecimento e exploração de casa de prostituição, em 2011. Dois anos depois, porém, Oscar foi absolvido das acusações, já que o Tribunal de Justiça paulista entendeu que o estabelecimento não se enquadrava na atividade de casa de prostituição

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos